Após uma jornada frustrante dentro de casa, o Bahia precisa buscar resultados longe de Salvador para escapar do rebaixamento. A equipe entra em campo na noite deste sábado (13), às 19h, no Mineirão, para enfrentar o Atlético-MG.

A equipe tricolor, que empatou com o Goiás na Arena Fonte Nova na última rodada, chega para o jogo cercada de problemas. Além de Daniel, suspenso, os volantes Edson e Ramon, o meia Fessin e os atacantes Alesson e Thiago desfalcam o time por conta da Covid-19. Os problemas foram citados pelo técnico Dado Cavalcanti.

“A possibilidade existe não pela condição do jogo em si. Infelizmente vou ter dificuldades na escalação dos atletas.Essa semana trouxe novidades indesejadas, alguns atletas contaminados pelo Covid e vou ter ausências significativas no jogo. Vou ser forçado a fazer algumas alterações e talvez até mude a caracterização da nossa equipe por isso”, disse.

Por outro lado, o time terá retornos. Recuperados de lesão, o goleiro Mateus Claus e o lateral-esquerdo Matheus Bahia estão à disposição e devem começar jogando. Claus entra para defender a meta no lugar de Anderson, que falhou nos últimos jogos e foi liberado pela diretoria.

“Muito importante para mim profissionalmente falando. Sempre é uma oportunidade grande vestir a camisa do Bahia. Sabemos do momento que estamos vivendo. Todos têm ciência da responsabilidade. Desculpa a palavra, mas é bater no peito e falar: ‘É comigo essa p*’. Temos que assumir o controle e todos os riscos para sair dessa situação”, disse Claus.

O Bahia tem a pior campanha como visitante ao lado do Fortaleza. São dois triunfos, cinco empates e dez derrotas.

ATLÉTICO-MG

Com cinco pontos de distância para o líder Internacional, o Galo já não vê a taça de perto, mas ainda não desistiu. Na opinião do técnico argentino Jorge Sampaoli, é preciso contundência para conquistar o título.

“A convicção, a hierarquia, a experiência, hoje tudo isso vai ser muito importante. Temos que pensar que ora se joga contra um time descansado, nós vamos jogar sábado, a três dias do jogo de hoje. Temos que ganhar o jogo que vem. E esperar o que se passa com demais jogos. Eu acredito que vai ser determinante na reta final essa contundência, essa hierarquia que tem a ver diretamente com as áreas (ataque e defesa)”, indicou.

Para o jogo, o alvinegro não terá o volante Allan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, Jair retorna após cumprir suspensão.

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Bahia
Campeonato Brasileiro – 36ª rodada

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 13/02/2021 (sábado)
Horário: 19h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN), auxiliado por Vinicius Furlan e Fabio Rogerio Baesteiro (ambos de SP).

Atlético-MG: Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Hyoran; Savarino, Eduardo Sasha e Vargas. Técnico: Jorge Sampaoli.

Bahia: Mateus Claus; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Gregore, Ronaldo e Rodriguinho; Rossi, Gabriel Novaes e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti. (BN)

One thought on “Em busca de reação para não sucumbir, Bahia enfrenta o Atlético-MG no Mineirão”
  1. Eu quero saber que está escalado este time do Bahia este Ronaldo e o técnico mesmo ou tem o está rolando alguma coisa por fora não e jogando nem de segunda de visão nunca vi um meio que não faz uma falta o moleque tem chumbo nas pernas vai jogar no vitória pra Paulo Carneiro quebra ele no vestiário jogadozinho e errádo e quem te escalha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.