O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), é alvo de uma operação que investiga a compra de respiradores pulmonares pelo governo para o combate ao coronavírus. Ao todo, estão sendo cumpridos 23 mandados de busca e apreensão no Pará e mais seis estados, na operação Bellum.

Além do governador, também são investigados os sócios de uma empresa e servidores públicos estaduais. Helder é o segundo governador alvo de operação da Polícia Federal sobre contratos relacionados ao combate ao coronavírus. O primeiro foi Wilson Witzel, do Rio de Janeiro.

Segundo a PF, a compra dos respiradores custou ao estado do Pará o valor de R$ 50.400.00,00. Desse total, metade do pagamento foi feito à empresa vendedora do equipamento de forma antecipada, sendo que os respiradores sofreram grande atraso na entrega, além de serem diferentes do modelo comprado e não funcionarem no tratamento da covid-19, razão pela qual foram devolvidos.

Estão sendo investigados os crimes de fraude à licitação falsidade documental e ideológica, corrupção ativa e prevaricação e lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.