A grande desigualdade em atividades simples, faz com que a população abrantense sinta um sentimento de revolta ao ter um festival cultural que é a lavagem de Abrantes seguida do vila folia limitado em relação aos bairros vizinhos a exemplo: a lavagem de Monte Gordo, contando com quatro dias de festividades, a lavagem de Arembepe igualmente e a lavagem de Jauá contando com três dias de festividades, sendo que a de Abrantes conta com apenas dois dias.

Esse tratamento da prefeitura de Camaçari faz com que se inicie um questionamentoo que Abrantes representa para Camaçari?
Em relato o representante comunitário Ramon amado do povo diz “Hoje temos o maior colégio eleitoral de toda a Camaçari com mais de 27 mil eleitores sendo o maior colégio eleitoral do município.

“Hoje Surge uma grande surpresa na Orla de Camaçari com o apoio de Fabio Lima que está ganhando polpularidade na cidade.

“Com três representantes na camara de vereadores.om toda essa representatividade é justo termos sermos tratados com tanta desigualdade. Será que o secretário de cultura não pode ser horizontal em suas decisões? Não sabendo eles que um dia a mais gera rendimento para os comerciantes, fazendo com que a economia do município tenha maior rotatividade. ” Penso que deveria haver uma reunião com a população para um melhor entendimento da organização do evento concluiu:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.