Suiane dos Santos Rodrigues, 25 anos, e Rosimeire Cruz Casaes, 49, foram apresentadas na sede da Polícia Civil, na Piedade, nesta terça-feira (24), acusadas de estelionato. Elas são suspeitas de aplicar golpes através de falsa negociação de aluguel de imóveis, no site de vendas OLX. O valor furtado das vítimas chega 6 mil reais.

De acordo com a delegada titular da 14ª Delegacia Territorial da Barra, Carmem Dolores Bittencourt, as acusadas eram investigadas há dois meses e quatro ocorrências já foram registradas na delegacia da Barra contra a dupla.

Durante a investigação, foi descoberto o modo que as suspeitas realizavam os golpes. Elas postavam anúncio de aluguel de imóveis na Barra, Graças e Vitória – bairros nobres da capital baiana – com preços abaixo do mercado e os clientes davam um valor de R$ 1750 como garantia. Normalmente, a vítima do golpe pagava antes de percorrer o imóvel e depois as supostas corretoras desapareciam com o dinheiro e sem alugar o apartamento.

Conforme a delegada Carmem Dolores, existe uma terceira pessoa, a mentora do grupo, que ainda não foi presa. “Estamos investigando a participação de outra mulher envolvida nesse crime. Era quem postava as fotos, conversava e marcava com os interessados no aluguel por aplicativo de conversa. Essa terceira pessoa envolvida normalmente não ia aos encontros, as duas presas é que se revezam quando a vítima queria conversar pessoalmente”, afirma.

As acusadas, moradoras da Barra, foram presas em flagrante pelo serviço de inteligência da polícia, na tarde de segunda-feira (22), em um shopping na Barra, durante a aplicação de mais um golpe de aluguel falso em um homem que não teve a identidade revelada.

As acusadas serão encaminhadas para a audiência de custódia e podem ser condenadas a cumprir de um a cinco anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.