Acusado de agredir e estuprar a filha de 12 anos, Edvaldo Bernardo Vieira Júnior teve a prisão preventiva cumprida, na quarta-feira (10), por policiais da Delegacia Territorial (DT), de Sobradinho. O homem estava com um mandado em aberto por lesão corporal e estupro de vulnerável.

O delegado Barcos Aira Lourenço Galdino, titular da unidade policial, apurou que os abusos começaram quando a vítima ainda tinha oito anos. “Ela perdeu a mãe e chegou a morar com a tia materna, mas em janeiro deste ano voltou para casa do pai, onde diariamente era abusada”, explicou.

Edvaldo está custodiado na DT/Sobradinho, à disposição da Justiça, e será encaminhado para o Conjunto Penal de Juazeiro, onde responderá pelos crimes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.