O ministro João Roma (Republicanos) voltou a criticar o governador Rui Costa (PT), nesta terça-feira (17), durante entrevista à Rádio Sociedade. Segundo Roma, o governo baiano não tem dito que as vacinas contra a Covid são distribuídas pelo governo Bolsonaro.

“É que eu acho que a gente tem que ser justo. A gente tem que reconhecer as pessoas que tão fazendo por quem mais precisa. O que o governo da Bahia tem feito de propaganda sobre vacina. Qual foi a vacina que Rui Costa comprou? Ele faz a distribuição. Mas quem mandou vacina para o Estado da Bahia foi o presidente Bolsonaro. As vacinas foram adquiridas pelo Governo Federal”, disse o ministro, que ainda citou as negociações com o fundo russo para adquirir a Sputnik V, interrompidas após uma série de impasses com a Anvisa e o Ministério da Saúde.

“O Rui Costa, meses atrás, fez uma grande campanha midiática falando que ia resolver o problema com a vacina Sputinik. Cadê a Sputinik? Ninguém fala mais no assunto e saiu de fininho. Não teve Sputinik nenhuma e até hoje a vacina que chegou no braço dos baianos e dos brasileiros é a vacina que o Governo Federal, o governo da presidente Bolsonaro, tá viabilizando”, completou Roma. Não é a primeira fala do ministro contra o governador baiano sobre a compra de vacinas contra a Covid-19. Na última semana, Roma chegou a dizer que o Governo da Bahia estava ‘pongando’ nas ações do Governo Federal (veja aqui).

Roma tem sido cotado por aliados do presidente Jair Bolsonaro para disputar a sucessão de Rui Costa (PT) em 2022. Caso seja candidato, o ministro baiano deve enfrentar ACM Neto, seu padrinho político, com quem rompeu, e o senador Jaques Wagner, aliado de Rui e ex-governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.