Vendedores do comércio informal de Salvador ganharam mais uma área totalmente requalificada e com condições dignas de trabalho após a Prefeitura inaugurar, nesta segunda-feira (26), a Feirinha do Lobato, na região do Subúrbio Ferroviário. O local, situado em frente à Escola Municipal Professora Eufrosina Miranda, possui 30 barracas para comercialização de produtos de hortifrúti e foi inaugurado em solenidade simbólica pelo prefeito Bruno Reis e pela titular da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Marise Chastinet.

A feirinha passa a ser a mais nova opção para compra de frutas e verduras dos moradores do entorno, trazendo todo o conforto necessário para vendedores e clientes, além de higiene e mais segurança. Isso porque a estrutura traz uma cobertura isotérmica, tecnologia que diminui os efeitos do calor em dias de sol, promovendo maior bem-estar, além de proteção contra a chuva.

Também foram feitos serviços de drenagem, extinguindo um córrego que existia no entorno, e pavimentação nos passeios. Há, inclusive, piso intertravado, promovendo melhor durabilidade e acessibilidade, e paisagismo com a implantação de um canteiro. O investimento total foi de R$ 1,5 milhão.

“Há pouco mais de um ano a realidade deste local era outra. Havia um esgoto que, quando chovia, transbordava. Fizemos toda a urbanização do canal na Rua Aracati, após desenvolvermos o projeto. Resolvemos definitivamente esse problema, trazendo mais qualidade de vida para todo mundo que mora aqui e, em especial, às pessoas que trabalham neste lugar”, destacou Bruno Reis.

O prefeito salientou ainda os investimentos realizados pela gestão para valorização dos ambulantes, camelôs, feirantes e trabalhadores autônomos da cidade. As intervenções englobam, por exemplo, reformas e inaugurações de espaços. Só neste ano, a Prefeitura entregou 23 quiosques – espalhados entre a orlas de Amaralina e Boa Viagem, Lagoa dos Dinossauros (Stiep) e Campo da Pronaica (Cajazeiras) – e o camelódromo Riachuelo, no Comércio, com 34 boxes.

O chefe do Executivo municipal citou, ainda, a criação do programa CredSalvador, iniciativa pioneira que oferecerá microcrédito. “O projeto está na Câmara de Vereadores e deve ser apreciado esta semana. Estaremos colocando R$10 milhões para empréstimo. Os trabalhadores poderão obter entre R$500 e R$25 mil com juros praticamente zero para investir no próprio negócio e incrementar a renda”, disse.

Dignidade – Vendedor de frutas e legumes, Mário Santos, 66 anos, compara a situação de antes e o depois da Feirinha do Lobato. “Trabalho nesse ramo há 28 anos. Havia uma vala aqui que quando chovia enchia de esgoto. Todo mundo tinha que sair. Apareciam gia, sapo, cobra. A lama era tanta que a gente tinha que botar uma tábua no chão para ficar em cima”, relatou. “Agora está tudo excelente, confortável. As barracas novas são mais resistentes para colocar as mercadorias”, comemorou.

Colega de trabalho de Santos, Washington Pereira, 66 anos, disse que o cenário de abandono ficou no passado. “O nosso problema está resolvido. Quem chega aqui agora vê um lugar mais bonito, limpo. A tendência é que as nossas vendas melhorem”, complementou.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.