Afastamento da delegada também foi renovado por mais 60 dias

A delegada Maria Selma, acusada de práticas ilícitas enquanto esteve à frente de delegacias da capital baiana, vai responder a processo administrativo disciplinar. A determinação foi dada pela delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Campos de Brito. Também foi renovado por mais 60 dias o afastamento dela das funções, sem prejuízos à remuneração.

As investigações dão conta de uma fraude supostamente cometida pela delegada na emissão de falso auto de entrega de veículo de placa clonada, embora a dona do carro nunca tivesse comparecido à delegacia, uma vez que o veículo original nunca havia sido roubado.

A publicação da abertura do processo, que aconteceu neste sábado (27), dá conta de que “a servidora acusada teria alterado, de forma fraudulenta, os fatos noticiados na 16ª DT da Pituba”. O objetivo seria beneficiar duas pessoas flagradas furtando um Fiat Uno, sendo que, com elas, foi encontrado o veículo da placa clonada.

O texto também menciona um relacionamento afetivo mantido entre a delegada Maria Selma e o homem iniciais P.I.M.D, que seria o assaltante de banco e carro Pedro Ivan. A Polícia Civil afirmou que as condutas imputadas a Maria Selma, se comprovadas, configuram infrações disciplinares, sendo necessário, em razão da gravidade dos fatos, o afastamento preventivo dela por 60 dias, prazo dado para a conclusão das investigações.

A servidora foi afastada das funções por 30 dias em 25 de fevereiro deste ano e agora ficará, ao menos, mais 60 dias longe da delegacia.

Em nota, a Polícia Civil confirmou que instaurou o processo disciplinar: “A Corregedoria da Polícia Civil (Correpol) instaurou Processo Administrativo Disciplinar para apuração de suposta irregularidade funcional atribuída a uma servidora, pela suspeita de falso ato de entrega de veículo com placa clonada. A prorrogação do afastamento refere-se a um desdobramento decorrente da Lei Orgânica da Polícia Civil, para continuidade da apuração”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.