A empresa Proinvest assumirá a Serviço Diagnóstico e Terapêutico da Covid-19 do Hospital Metropolitano. O contrato foi assinado na última sexta-feira (19) entre o Governo do Estado e a empresa, e será válido pelos próximos seis meses.

Pela gestão do hospital, que tem capacidade para até 100 leitos de UTI e foi aberto neste sábado (20) com capacidade mínima, a Proinvest receberá um total de R$ 67,1 milhões. Por mês, o repasse estadual para a empresa será de pouco mais que R$ 11 milhões.

As informações constam no Diário Oficial do Estado deste sábado (20). Embora costume fazer publicidade de contratações do tipo, a gestão estadual, comandada pelo governador Rui Costa (PT), não chegou a destacar a contratação durante a semana, assim como o governador.

Neste sábado, porém, em um texto enviado à imprensa baiana, a Secretaria de Saúde mencionou a Proinvest como instituição gestora.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.