A pandemia do novo coronavírus exigiu que os estados e municípios se adaptassem a uma nova realidade e buscassem alternativas para suprir as demandas dos setores essenciais, como a saúde e educação. Para continuar com atividades para os alunos da rede pública de ensino, uma dessas alternativas fo ia a adoção da aula pelo modelo remoto.

A Prefeitura Municial de Lauro de Freitas, que também adotou o sistema, pagou, mesmo durante um período de instabilidade econômica, R$ 13.462.800,00  na contratação de uma empresa para gerir o modelo na rede municipal de ensino.

O contrato, assinado pela prefeita Moema Gramacho (PT), no dia 21 de dezembro de 2020, prevê o fornecimento dos serviços da empresa Conceito Representação por apenas quatro meses. A contratação da empresa foi feita na modalidade de pregão eletrônico. A prestação de serviços, que inclui a organização e disponibilização de aparelhos eletrônicos, além do treinamento para os profissioanais da educação, começou a ter vigência a partir da data de assinatura do contrato.

Fonte: Politica ao vivo

 

One thought on “Prefeitura de Lauro de Freitas paga mais de R$ 13 milhões para empresa por aulas remotas em 4 meses”
  1. E, verdade essa indesejada gestora da minha maravilhosa cidade, já passou de está fora de Lauro de Freitas, têm que ser cassada sim ninguém merece essa senhora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.