A 7ª Promotoria de Justiça de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, decidiu converter em processo administrativo supostas irregularidades na prevenção a incêndios em prédios da administração municipal. O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou à prefeitura local a adoção de medidas de segurança e prevenção de incêndio nos referidos locais. O caso chegou ao MP-BA através do vereador Tenóbio.

O parlamentar afirmou que diversos prédios da administração municipal não dispõem de extintores dentro do prazo de validade, além de os locais estarem desprovidos dos chamados AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

A falta dos itens, segundo o vereador, poderia ser percebida em unidades de saúde, escolas, ginásios, secretarias municipais, além do edifício onde funciona a Câmara Municipal, o que aumentaria o risco à segurança de pessoas que trabalham e circulam nestes locais. A adoção do processo administrativo e recomendação foram publicados na quarta-feira (3).(Informações do Bahia Notícias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.