O presidente nacional do DEM, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, foi hostilizado na tarde deste domingo, 31, em Brasília, onde esteve para discutir com a bancada de seu partido qual seria, afinal, o posicionamento em relação às candidatura para a presidência da Câmara.

Rodeado por assessores, ACM Neto foi perseguido por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro enquanto circulava pelo aeroporto de Brasília, às 16h15. Pessoas gritavam palavras de ordem contra o ex-prefeito. Em vídeo, é possível ver ACM Neto se dirigindo até o seu carro, enquanto pessoas seguem atrás, proferindo insultos contra o presidente nacional do DEM.

“Fora ACM, fora nanico, bandido comunista. Vai pra Cuba, capacho socialista”, gritava uma das pessoas mais exaltadas do grupo.

O DEM, que inicialmente sinalizava que seguiria em apoio à candidatura de Baleia Rossi, apoiado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acabou por ver parte de sua base pular para o outro lado, passando a apoiar Arthur Lira (PP-AL), candidato de Jair Bolsonaro.

Neste domingo, depois que ACM Neto não conseguiu segurar o partido e manter apoio para Baleia Rossi, como queria Rodrigo Maia, foi decidido que o DEM adotará uma “postura de neutralidade”, ou seja, cada parlamentar vota como quiser.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.