O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), tirou uma licença de 10 dias para poder tratar um câncer na cárdia, transição entre estômago e esôfago. A partir desta segunda-feira, 18, o vice dele, Ricardo Nunes (MDB), assume a gestão da cidade pela primeira vez.

Pelas redes sociais, o prefeito contou que já fez 24 sessões diárias de radioterapia e voltará ao cargo em 29 de janeiro. “Hoje completei mais uma etapa do meu tratamento. Foram 24 sessões diárias de radioterapia. Agora, por recomendação médica, tenho que me afastar do trabalho por 10 dias. Nesse período desejo sucesso ao Prefeito em exercício Ricardo Nunes. Estarei à disposição dele se necessário. Sexta que vem retorno à Prefeitura. Obrigado a todos pela compreensão e carinho”, afirmou.

De acordo com o G1, o Hospital Sírio Libanês, onde Covas é atendido, disse que após o período de 10 dias, a previsão é a de que o prefeito continue com a imunoterapia e exames de controle.

Conforme a publicação, ele está sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelos médicos David Uip, Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e João Luiz Fernandes da Silva (radioterapia).

Bruno Covas (PSDB) foi empossado em 1 de janeiro na Câmara Municipal da capital para o mandato que vai até dezembro de 2024.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.