Paulo Luciano Tenuto Rossi, irmão do candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB), é réu desde o ano passado em ação penal eleitoral em São Paulo. Ele é acusado de receber da Odebrecht R$ 1 milhão em dinheiro vivo pago durante a campanha de 2014 por trabalhos da produtora Ilha Produção Ltda, que pertencia também a Vanessa da Cunha Rossi, esposa de Baleia.

Palu, como o irmão de Rossi é conhecido, está com parte de seus bens bloqueados por causa deste processo, juntamente com o ex-candidato a governador Paulo Skaf (MDB), que é presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). Skaf e Paulo Luciano são acusados no processo de corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois.

Vanessa Rossi e Baleia não são alvos da denúncia e dizem não ter qualquer relação com as acusações feitas. Ela foi sócia da Ilha Produção no período em que ocorreram os pagamentos e Baleia foi fundador da empresa, que anteriormente se chamava Whale Produções, e se retirou da sociedade em 2003, quando sua esposa passou a integrar o quadro de sócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.