O nome do ex-presidente, Michel Temer (MDB), está sendo cotado para assumir um ministério no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo informações reveladas pela revista Veja, neste sábado, 12, Temer deve assumir o Itamaraty, substituindo Ernesto Araújo.

O nome do ex-presidente é cortejado, sobretudo, visando uma boa relação com o presidente eleito nos Estados Unidos, o democrata Joe Biden, com quem Temer teve uma boa relação, pois com a saída de Donald Trump da presidência dos EUA, o Brasil pode ter dificuldades nas relações com o Estados Unidos, especialmente após “indiretas” entre Bolsonaro e Biden.

Além disso, Temer seria uma carta na manga para apaziguar as relações com a China, que foram estremecidas pelas declarações do chanceler Ernesto Araujo, bem como do senador Eduardo Bolsonaro.

O emedebista é considerado um pajé do centrão e vem contribuindo nas costuras para a presidência do Senado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.