O técnico argentino Alejandro Sabella morreu nesta quarta-feira (8) aos 66 anos, em Buenos Aires, vítima de problemas cardíacos. Treinador campeão da Copa Libertadores pelo Estudiantes em 2009, ele teve como principal trabalho levar a seleção do país ao vice-campeonato mundial em 2014, no Brasil, quando a Argentina só foi derrotada pela Alemanha na final, disputada no estádio do Maracanã.

Meio-campista revelado no River Plate, Sabella despontou no futebol argentino no fim dos anos 1970. Na ocasião, seguiu para o futebol inglês, onde atuou por Sheffield United e Leeds United Na sequência, encerrou a carreira na década de 1980 com passagens por outros clubes argentinos, um período no México e até mesmo uma temporada pelo Grêmio, em 1985.

Logo depois de se aposentar como jogador, Sabella foi durante anos auxiliar técnico de Daniel Passarella. Os dois até mesmo trabalharam juntos no Corinthians, em 2005. Anos depois, em 2009, o argentino decidiu virar treinador e logo conseguiu um grande resultado. O Estudiantes La Plata foi campeão da Libertadores daquele ano diante do Cruzeiro em pleno Mineirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.