Duas propostas para redução dos salários dos políticos eleitos em Paulo Afonso, apresentadas pelos vereadores Mário Galinho (Solidariedade) e Marconi Daniel (Podemos), foram derrubadas por 11 votos contrários, na sessão da Câmara de Municipal, nesta segunda-feira (30).

Votaram contra a redução dos salários do prefeito, vice-prefeito e vereadores os vereadores Jean Roubert (PSD),  Zé Carlos (Progressistas), Zezinho do INSS (PTN), Lêda Chaves (PDT), Leco (PSD, Bero do Jardim Aeroporto (DEM), Marcondes (PSD), Cícero Bezerra (PDT), Zé de Abel (PSC), Edilson Medeiros (DEM) e Moreirão (PSC).

As duas emendas modificavam projetos de lei que previam a manutenção dos valores pagos ao prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores.
Em Paulo Afonso, o prefeito que ganha R$ 33,7 mil, pela proposta de redução, passaria a receber R$ 24 mil. O vice-prefeito, que tem salário de R$ 14 mil, iria ganhar R$ 12 mil. Os vereadores, de R$ 12 mil iriam ter ganhos mensais de R$ 9,6 mil, a partir do próximo ano. O salário dos secretários municipais seriam mantidos em R$ 12 mil.

As propostas de emendas necessitavam de maioria simples para serem aprovadas. Além dos autores da matéria, o único vereador que votou a favor da proposta foi Bero do Jardim Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.