A Prefeitura de Salvador levou iluminação em LED para toda a comunidade da Portelinha, em Paripe, no Subúrbio. Entregue à população pelo vice-prefeito Bruno Reis, na noite de quarta-feira (12), a melhoria aumentou a sensação de segurança dos moradores. Para implantar as modernas lâmpadas em 100 pontos da localidade, a gestão municipal investiu R$ 191,3 mil. Na atividade simbólica de inauguração, Bruno esteve acompanhado dos vereadores Palhinha e Paulo Magalhães Júnior, além do ex-vereador Pedro Godinho.

Atendendo aos apelos dos moradores da Portelinha, que relataram o problema durante uma entrega de casas reformadas pelo programa Morar Melhor, em 2019, a Prefeitura iniciou o processo de mobilização para levar iluminação à localidade, conforme lembrou Bruno Reis. “A comunidade disse que não tinha energia, que todas as casas precisavam fazer gato e improvisar uma extensão, para que a energia e a iluminação pudessem chegar a suas residências. Mas não dependia só da Prefeitura. Dependia também da Coelba, porque se tratava de extensão de rede”, recordou.

Com a regularização do fornecimento de energia, a Prefeitura implantou o sistema de iluminação em LED na comunidade. “Essa tecnologia é o que há de mais moderno no mundo. A iluminação aqui da Portelinha é igual à iluminação lá do Corredor da Vitória ou da orla da Barra e do Rio Vermelho. Não há distinção nenhuma. E, até o final de 2020, vamos levar essa melhoria para praticamente todo o Subúrbio: Paripe, Periperi, Praia Grande, Rio Sena, Ilha Amarela, Alto da Terezinha, Plataforma. Já fizemos Coutos e Fazenda Coutos”, assinalou.

Bruno Reis disse ainda que o programa Casa Legal vai contemplar a Portelinha, em breve. “Estamos retomando o programa para valer, porque houve uma mudança na legislação, que permitia apenas a concessão do título de posse. Hoje, dá o título de propriedade, que é a escritura definitiva. Além da alteração na lei federal, recentemente, os vereadores aprovaram, na Câmara, a legislação municipal. Antes, só era possível dar o título para unidades residenciais. Agora, também podemos dar a bares, restaurantes, salões de beleza. Isso significa que todas as pessoas que moram ou têm seu comércio aqui serão beneficiadas”, pontuou.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.