Anderson Pinheiro, conhecido como Decinho é Vereador no município de Lauro de Freitas.
Residente no município há mais de 40 anos, filho de Seu Alberico Santos, Policial Militar e Sra Narcisa, dona de casa. Decinho estudou na sua infância no Colégio Olavina Calazans e posteriormente no Colégio da Policia Militar da Bahia.
É empresário e formado em Gestão Pública.
Anderson Pinheiro é casado e pai de três filhos.
Antes de ser vereador foi taxista, e motorista de topic. Decidiu disputar as eleições em 2008, não sendo eleito. Se candidatando novamente em 2012 e sendo eleito com 786 votos, desde então Decinho vem se destacando em todo o município com base nas suas lutas pelos menos favorecidos e pelas categorias que já fez parte.
Decinho se reelegeu em 2016 com 2.171 votos, sendo o 2º mais votado do município, desde então seu nome tem sido um dos mais cotados a disputar a eleição como candidato a prefeito do município, pelo partido republicanos 10.
O partido Republicanos, hoje no município, conta com uma das maiores bancadas de partido em Lauro de Freitas e tem criado uma grande expectativa quanto a pré candidatura de Decinho a Prefeito do município, em pesquisas realizadas por outros partidos em grandes bairros do município Decinho pontua em 1º para o cargo do Poder Executivo da cidade.
O questionamento seria agora quanto ao nome do Vice de Decinho.
Qual partido iria emplacar nessa chapa?

Antônio Rosalvo Batista Neto, 41 anos, pai de Gabriel, Bernardo e Laura é advogado procurador efetivo do município com experiência na área empresarial. Também cursou administração e finanças. Eleito vereador pelo (PSDB) em 2008, exerceu a presidência da Câmara Municipal de Lauro de Freitas por três mandatos. Nascido a 27 de maio de 1979, segundo filho de uma família de pescadores Rosalvo mudou-se com os pais para o Jambeiro aos nove anos de idade. Tem quatro irmãos. No Jambeiro, o pai abriu um mercadinho e era disso que a família vivia. Enfrentou as dificuldades que os estudantes de hoje continuam a enfrentar, tendo que se deslocar para outras regiões para estudar”. Antônio Rosalvo cursou Administração e Finanças, mas acabou por abraçar o Direito, “um caminho para conquistar benefícios para a  comunidade”.
A plataforma política do jovem candidato estava toda relacionada à infraestrutura, com destaque para a estrada do Caji-Caixa d’Água. Ciente da relevância da praça do Jambeiro para a comunidade, Rosalvo tratou de negociar com o prefeito da época a construção de outras duas praças, nas comunidades vizinhas de Areia Branca e Capelão, “como contrapartida pela do Jambeiro”. Ali, o município cedeu apenas a área pública em que a praça foi construída, que continua pública. Outra obra em andamento no final de 2004 por influência de Rosalvo era a praça do Caji-Caixa d’Água. “A obra estava 90% construída quando foi derrubada no início de 2005” em circunstâncias nunca esclarecidas. Eleito vereador em 2008, Rosalvo cobraria a reconstrução da praça, afinal inaugurada em julho de 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.