A gestão da Prefeitura de Lauro de Freitas, comandada pela petista Moema Gramacho, foi acusada de desviar verbas destinadas pelo Governo Federal que seriam utilizadas no combate ao novo coronavírus no município, que fica na Região Metropolitana de Salvador.

A denúncia, realizada uma apoiadora do presidente durante rápida passagem de Jair Bolsonaro (sem patido) por seus seguidores, está gravada em vídeo que circula nas redes sociais. Sem citar diretamente o nome da prefeita Moema Gramacho, a mulher disse, ainda, que os decretos municipais de toque de recolher têm agravado a situação da população de Lauro de Freitas e solicitou ajuda na fiscalização da verba.

“Sei que o Governo Federal enviou mais de R$ 4 milhões de verba para o combate à pandemia. As pessoas estão passando fome, estão desempregadas com a gestão do PT. Isso agravou ainda mais com os decretos [de toque de recolher] e a gente precisa que o governo nos ajude fiscalizando para onde está indo esse dinheiro. Não admitimos que esse dinheiro seja usado como caixa para a campanha do PT”, desabafa.

Um outro baiano que também estava com o presidente reclamou das ações do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e do governador da Bahia, Rui Costa (PT). A data em que o encontro aconteceu não foi informada.

ASSISTA:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.