O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial poderá durar mais um ou dois meses, mas com valor de R$ 200. Atualmente, o benefício do Governo Federal deve ser entregue até junho, período em que finaliza os três meses em que os R$ 600 foram previstos.

estamos fazendo. É possível que aconteça uma extensão. Mas será que temos dinheiro para uma extensão a R$ 600? Acho que não”, afirmou o ministro em reunião com empresários na terça-feira (19).

Segundo Guedes, prorrogar demais o auxílio pode fazer com que as pessoas não queiram trabalhar e as prateleiras do comércio fiquem vazias.

“Se falarmos que vai ter mais três meses, mais três meses, mais três meses, aí ninguém trabalha. Ninguém sai de casa e o isolamento vai ser de oito anos porque a vida está boa, está tudo tranquilo. E aí vamos morrer de fome do outro lado. É o meu pavor, a prateleira vazia”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.