Em sua carta de pedido de filiação ao PT, a major Denice Santiago bajulou os seus novos correligionários, ao classificar a legenda como “o mais revolucionário e humanista partido deste país; que modificou através dos governos do presidente Lula e da presidenta Dilma esta nação e na Bahia traz de volta ao povo o orgulho de ser baiano através dos governos Wagner e Rui Costa”.

E disse querer mais desafios do que o comando da Ronda Maria da Penha, do qual foi exonerada esta semana:

“Decidi, entendendo este processo complexo de perda de direitos que acomete nosso país, com as pessoas tendo que viver retrocessos severos em uma atuação perversa e desastrada do executivo federal, decidi ir adiante. Decidi entrar na política e eu quero ser prefeita da cidade de Salvador”.

Os detalhes foram divulgados pelo site do jornalista Evilásio Júnior.

Fotos: Agência Brasil / SecomBahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.