A rede D’Or São Luiz, fundada no Rio de Janeiro, adquiriu 80% do Hospital Aliança na Bahia. Os 20% restantes permanecem com a companhia fundadora do hospital. A venda foi anunciada nesta segunda-feira (17) pelo superintendente do hospital, Albérico Mascarenhas.

De acordo com Mascarenhas uma nova unidade será construída, e os números desse investimento serão divulgados em breve. Fundado em 1990, o Hospital Aliança possui 203 leitos e a participação da Rede D’Or foi adquirida por R$ 800 milhões.

A conclusão do negócio está sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Durante o período de análise da Operação pelo CADE, as companhias continuarão operando de forma independente.

“Todo o imóvel continua pertencendo ao grupo Aliança e será alugado à rede D’Or. Teremos ainda mais qualidade, mais serviços sendo oferecidos. Teremos uma ampliação, com a construção de um novo prédio, o que vai qualificar ainda mais o atendimento, inclusive gerando mais empregos”, afirmou Mascarenhas.

Ele afirma que, por enquanto, não haverá mudança para os 1624 funcionários da unidade médica localizada na Avenida ACM, em Salvador.

Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede de hospitais privados do Brasil com presença no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. O Grupo opera com 49 hospitais, sendo 48 próprios e um hospital sob gestão. A Rede possui 7,5 mil leitos totais, e tem planos de chegar a 11 mil leitos até 2022. São, ao todo, 51,8 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram cerca de 4,05 milhões de atendimentos de emergência, 278 mil cirurgias, 33 mil partos e 476 mil internações no último ano, além de 8,2 mil cirurgias robóticas em quatro anos do início deste novo serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.