A seleção brasileira sub-23 terá novidades na escalação para enfrentar a Argentina neste domingo (09), às 22h30 (de Brasília), em jogo que vale a classificação para a Olimpíada de Tóquio.

Em treino fechado para os jornalistas, na tarde deste sábado, em Bucaramanga, na Colômbia, o técnico André Jardine fez três mudanças na escalação em relação ao jogo contra Uruguai, na última quinta-feira. A principal novidade foi a entrada de Reinier na equipe titular.

O ex-flamenguista, vendido no começo do ano ao Real Madrid por cerca de R$ 136 milhões, entrou no lugar de Antony, mas foi escalado como meia central. Desta forma, Pedrinho treinou na ponta direita, em posição que está acostumado a atuar pelo Corinthians.

Desta forma, se for a campo com a mesma escalação que treinou, enfrentará a Argentina com: Ivan, Guga, Robson Bambu, Bruno Fuchs e Caio Henrique; Bruno Guimarães, Matheus Henrique e Reinier; Pedrinho, Paulinho e Matheus Cunha.

Em entrevista antes do treino, Jardine disse que os adversários tinham aprendido a marcar o Brasil e afirmou que era hora de uma “nova cartada”. O treinador, porém, não quis revelar a escalação.

Após empates em 1 a 1 com Colômbia e Uruguai, o Brasil tem dois pontos e ocupa o segundo lugar no quadrangular final do Pré-Olímpico. Os argentinos lideram com seis pontos, têm 100% de aproveitamento na competição e já conquistaram não apenas uma das duas vagas em Tóquio, como também o título do torneio disputado na Colômbia.

Se vencer o clássico, a seleção sub-23 garantirá a classificação à Olimpíada. Porém, é possível carimbar o passaporte até mesmo com um empate, caso não haja vencedor no duelo entre Colômbia e Uruguai, que acontece antes, às 20h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.