O PT está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar acessar essa fatia do eleitorado fiel a Jair Bolsonaro (sem partido). A ação da legenda atende o pedido do ex-presidente Lula (PT).

Após deixar a prisão em Curitiba, Lula disse a aliados que o partido precisava “aprender com os pastores”. “Eles falam bem e o que as pessoas querem ouvir”, declarou o petista, segundo aliados. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a avaliação de petistas é que conversas com as cúpulas das igrejas estão fadadas ao fracasso — a maioria se alinhou a Bolsonaro.

Mas é possível abrir diálogo com as bases. Eles creem que há espaço para mostrar aos evangélicos, principalmente, aos que vivem nas periferias, que há valores em comum com a sigla. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.