Uma mulher foi achada morta e com sinais de violência dentro de casa, em Eunápolis, cidade do sul da Bahia, na noite de sábado (4). O filho dela, um bebê recém-nascido, está desparecido. Conforme a Polícia Civil, o ex-companheiro da vítima, o presidiário Gerry Adrianni de Jesus Rocha, é suspeito de ser o mandante do crime.

Segundo Bernardo Marques Pacheco, delegado titular do município, o corpo de Silvia Letícia Araujo Queiroz foi encontrado no bairro Arnaldão, por volta das 21h, depois que populares sentiram um cheiro forte de decomposição e acionaram os policiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.