O senador Rogério Carvalho (PT-SE) negou, em entrevista ao UOL, que a contratação da filha do ex-presidente Lula, a jornalista Lurian Cordeiro Lula da Silva, para seu gabinete tenha acontecido após pressão de algum integrante do partido.

“Eu a convidei. Não foi ela que pediu e não foi o Lula que pediu. Foi iniciativa pessoal”, disse o congressista.

“Para mim, é um privilégio ter alguém com a formação e a vivência que ela tem, uma pessoa que é do partido e que conhece a política como ninguém”, acrescentou.

Lurian trabalhava na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, mas estava insatisfeita no emprego, de acordo com o senador.

“Ela estava se sentindo muito pressionada em função da política de segurança pública do Rio, estava se sentindo insegura. Quando fiquei sabendo disso e, ciente das qualidades e da competência dela, a convidei para trabalhar comigo”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.