Ídolo recente da história do Bahia, o atacante Nonato revelou, em entrevista ao Correio da Bahia, seu desejo de encerrar a carreira no Tricolor baiano, time que conquistou o bicampeão baiano e da Copa do Nordeste; a artilharia da Copa do Brasil de 2003, com nove gols; e se tornou o sétimo maior goleador da história do clube: com 125 gols.

“Meu sonho é voltar ao Bahia, clube onde comecei, onde fiz mais gols e fui ídolo. Seria muito legal, pela história que tive aí. Não depende só de mim, ninguém me ligou ainda, mas esse é o meu desejo”, afirmou o centroavante.

No entanto, o goleador sabe que não tem o mesmo pique de antes e, por conta disso, espera disputar o Campeonato Baiano junto à equipe Sub-23. “Seria uma boa, passar um pouco da minha experiência para os mais jovens, sei que o time já está treinando. Vi que o Magno Alves vai jogar o estadual pelo Atlético de Alagoinhas, então acho que eu também seria uma atração, bom para dar uma alavancada no campeonato, trazer a torcida para os jogos. Passa toda hora em minha cabeça. Imagino metendo gol na Fonte Nova e indo comemorar com a galera. Quero treinar, me condicionar e ajudar o Bahia. Espero que o sonho possa se realizar”.

Nonato tem consciência que ainda depende de uma proposta do Bahia. O telefone está ligado a todo momento, garante ele. “Não conheço o presidente Guilherme Bellintani pessoalmente, mas acompanho a gestão. Sempre que o Bahia vem jogar em Goiânia vou aos treinos. Na última vez fui e falei com Jayme Brandão, que era assessor de imprensa na minha época e agora é gerente de futebol. Tenho amigos no Bahia”, conta.
 
Depois de se aposentar, Nonato ainda não sabe o que irá fazer, mas a tendência é de que continue no futebol. “Tenho 22 anos de carreira, não tem como deixar tudo de uma hora para outra. Quero estudar, me preparar para continuar no meio do futebol, como todos fazem hoje em dia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.