Major do Exército Brasileiro, subchefe de unidade em Campo Grande, foi denunciado por assédio sexual e moral contra subordinadas civis e militares. Os fatos ocorreram no ano passado e foram encaminhados à Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) e ao CMO (Comando Militar do Oeste), que abriu procedimento administrativo para investigar o caso.

Conforme documentos que o site:  Midiamax teve acesso, boa parte das mulheres foram molestadas pelo major. Ele supostamente se aproveitava de uma sala exclusiva para exercício da função, onde convidava as vítimas para assuntos não relacionados ao trabalho, principalmente de caráter sexual.

Uma militar foi questionada pelo autor a respeito do volume dos seios, mas não correspondeu como ele esperava. Por este motivo, foi ameaçada de não ter o contrato de trabalho renovado e ouviu que poderia ter a vida profissional destruída. Ela levou o caso ao conhecimento dos superiores.

Outra vítima recebia em seu celular várias mensagens pornográficas do major com convites para encontros sexuais. Uma estagiária que passava por problemas na vida pessoal e estava emocionalmente fragilizada também foi alvo de assédio sexual. Ela chegou a receber ameaças de morte e precisou passar por tratamento psicológico.

Além disso, na denúncia consta que quase todos os trabalhadores da unidade sofreram assédio moral. Uma mulher chegou a ser motivo de piada por parte do major em razão do seu peso. Algumas vítimas tiraram prints das conversas com o major, que apontam o claro interesse sexual.

Conversa enviada pelo major a uma das vítimas. Foto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.