A Academia de Letras da Bahia (ALB) escolheu nesta sexta-feira (18), o ex-prefeito de Salvador e atual vereador Edvaldo Brito (PSD) para ocupar a cadeira de número 3 da instituição, que tem como patrono o poeta Manuel Botelho de Oliveira e era ocupada pelo escritor Guilherme Radel.

Edvaldo Brito (PSD) é jurista e professor de graduação, mestrado e doutorado em direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e da Universidade Mackenzie, de São Paulo. Publicou dezenas de livros, entre eles “Direito Tributário”, “Direito Tributário e Constituição”, “Limites da Revisão Constitucional”, entre outros.

Em 2014, o vereador foi homenageado na obra “Direito Tributário – Estudos avançados em homenagem a Edvaldo Brito”, que possui coordenação dos renomados juristas Ives Gandra e Hugo de Brito Machado.

Academias – O vereador já havia sido escolhido para integrar o quadro de dez academias pelo País, entre elas destacam-se a Academia Internacional de Direito e Economia (São Paulo), Academia Brasileira de Letras Jurídicas (Rio de Janeiro) e as academias de Letras de Itabuna e de Ilhéus, na Bahia. Brito diz que sua escolha para integrar o quadro da ALB é a concretização de um sonho.

“Eu não postulei ser aceito em nenhuma dessas academias que me concederam essas honrarias, mas confesso que desejei, em toda minha vida, ser aceito e eternizado pela Academia Baiana de Letras (ALB)”, revelou.

“Eu fiquei muito feliz! Ser aceito na tradicional casa de cultura da Bahia, na mais antiga academia do Brasil, foi muito gratificante!”, acrescenta o jurista.

O parlamentar agradeceu ao ex-governador Roberto Santos e ao jurista Orlando Gomes (in memoriam) em seu discurso inaugural. “Os dois me deram régua e compasso da Bahia. Eu convivo com Roberto Santos há mais de 50 anos. Ele acreditou em mim e me deu lições relevantes. Graças a ele, fui procurador da Universidade Federal da Bahia (Ufba), prefeito de Salvador e secretário de Justiça do Estado da Bahia. Orlando Gomes era um jurista que eu admiro e que deixou uma obra extraordinária”, ressalta.

Um livro de memórias deve ser a próxima obra de Brito, que promete revelar bastidores de sua vida pública e a sua história. “Não será apenas uma obra sobre minha vida, mas como ela se confunde com a história da Bahia e do Brasil. Será um livro bem documentado, com fotos e informações inéditas. Falarei sobre o tempo que fui prefeito e como trabalhei para estruturar um sistema de saneamento básico da cidade”, pontuou o parlamentar.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.