comerciante Floriano Nunes Pimentel, 63 anos, havia acabado de sair de um culto evangélico com a esposa, na manhã deste domingo (6), quando, morreu na Estrada do Coco, BA-099, na altura de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador. 

Dono de uma loja de material de construção em Ipitanga, também na RMS, onde morava, Floriano morreu no local. Genro da vítima, o engenheiro Diego Brito, 33 anos, disse à reportagem que a sogra presenciou o marido morrer. Retornavam juntos de uma reunião na Igreja Universal que frequentavam, em Villas do Atlântico, quando, quando por volta das 9h, foram surpreendidos de frente por um Hyundai modelo i30.

Abalada, a esposa de Diego preferiu não comentar a morte do pai. Além dela, ele deixa outros três filhos, todos adultos, além de quatro netos. Diego comentou que a sogra chegou a ser hospitalizada com lesões no corpo, mas já foi liberada e deve participar do sepultamento do marido, que acontece nesta segunda-feira, às 16h, no Cemitério Vale da Saudade, em Candeias.

Diego reiterou o bom convívio durante o tempo que morou sob o mesmo teto do sogro, e compartilhou com o CORREIO fotos onde o idoso – que torcia para o Vitória e era “apaixonado por futebol” – aparece sorridente ao lado da netinha de 3 anos, filha do casal. “Estamos inconsoláveis e aguardando uma responsabilização”, se limitou a dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.