O Vitória protagonizou uma novela, durante meses, para assinar um contrato com a Arena Fonte Nova. Os episódios tiveram direito a críticas do presidente Paulo Carneiro à direção do estádio e ao Governo do Estado, acusado de favorecimento ao rival Bahia.

Depois de muita negociação, o Rubro-Negro chegou a um acordo e assinou um contrato de três temporadas com a Arena. a justificativa foi a dificuldade financeira e a compensação que receberia para atuar na Fonte.

Mas, apenas dois jogos após a mudança, o clube mudou de ideia e anunciou o retorno ao Barradão. Em comunicado, o Leão afirmou que voltará a atuar no seu estádio em alguns jogos neste ano.

A justificativa, desta vez, foi a questão técnica. A mudança, segundo o clube, foi aprovada pelo elenco. Além disso, o prejuízo financeiro que o Vitória teve no confronto com o Atlético-GO, por falta de público e renda pequena para bancar a operação da Arena, também pesaram para a decisão.

Confira o comunicado abaixo:

O Esporte Clube Vitória torna público a decisão de mudar alguns dos seus mandos de campo da Arena Fonte Nova para o Estádio Manoel Barradas.

Devido ao delicado momento técnico e financeiro que o clube se encontra, presumivelmente, partidas de menor apelo não terá atração de um grande público à Arena, que notadamente tem um custo de operação maior que o estádio Manoel Barradas.

Ainda com relação a questão técnica, os jogadores foram ouvidos em reunião na segunda à tarde, dia 30/09, e manifestaram aprovação pela mudança.

Por sua vez, a direção da Arena Fonte Nova, sensível ao difícil momento do clube, anuiu ao pleito rubro-negro que reiterou a intenção de continuar a mandar jogos na Arena Fonte Nova.

Vale lembrar que os confrontos com o Londrina e Coritiba já estavam previamente programados para acontecer no Barradão e que o contrato com a Fonte Nova em sua fase inicial previa esse tipo de flexibilização.

Com relação aos planos, o regulamento atual já prevê o mando de campo nas duas casas rubro-negras, sendo que os sócios Diamante terão no Estádio Manoel Barradas a exclusividade da Tribuna de Honra.

O Esporte Clube Vitória encerra agradecendo a toda diretoria da Arena Fonte Nova pela enorme compreensão e sensibilidade.

Paulo Roberto de Sousa Carneiro
Presidente do Conselho Diretor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.