Ao anunciar a partida de Brasília até Vitória da Conquista, na Bahia, onde participa da inauguração de um aeroporto , o presidente Jair Bolsonaro disse que o governador do estado baiano, Rui Costa (PT), não autorizou a presença da Polícia Militar para a sua segurança no local. Nesta segunda-feira, Costa cancelou sua ida ao evento e acusou o governo federal de torná-lo uma “convenção político-partidária”.

“Estou de partida para Vitória da Conquista para inauguração de aeroporto. Lamentável a decisão do governador da Bahia que não autorizou a presença da Polícia Militar para a nossa segurança. Pior ainda, passou a responsabilidade de tal negativa ao seu Comandante Geral”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

Em entrevista à “Rádio Metrópole”, na manhã desta terça-feira, Rui Costa lamentou o fato de Bolsonaro ter, em sua opinião, “ódio pelo nordestino e ódio pelo povo baiano” . Ele ainda argumentou que, se a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha é evento federal, a segurança deve ser feita por forças federais, e não pelo efetivo policial do estado. Com informações de O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.