O deputado estadual Targino Machado (DEM), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), comentou nesta quarta-feira (17) a declaração sobre a Previdência dada pelo governador Rui Costa (PT), que disse não descartar novas mudanças na aposentadoria dos servidores. Para Targino, Rui não faz o dever de casa de ajustar as contas do estado e desconta o “desgoverno” nos funcionários públicos. 

“Além de desvalorizar os servidores estaduais, congelando os salários, Rui ainda vem com essa. Tudo é feito sem diálogo e de forma completamente truculenta por esse governador que é o pesadelo dos servidores”, diz o parlamentar. Targino recorda que o governo enviou à Alba, no final do ano passado, após as eleições, um projeto que aumentou de 12% para 14% a alíquota de contribuição previdenciária para os funcionários do estado. “Agora, menos de um ano depois, Rui já fala em novas mudanças. Isso é falta de gestão, de planejamento. E o pior: o governador que colocar na conta do servidor um rombo na Previdência estadual de R$ 4 bilhões”, reclama. 

O parlamentar afirmou que o déficit previdenciário era alertado pela oposição há anos, mas diz que o aviso foi ignorado por Rui. “Engraçado é que o governador se deu conta de que precisava tomar alguma medida após as eleições, mas fugiu do debate durante a campanha. Assim que foi reeleito, apresentou seu ‘pacote de ruindades’. Esse é um típico caso de estelionato eleitoral”, frisa. “O governador chegou às eleições pensando que era Deus. O povo deu a ele uma vitória avassaladora. E agora não está pensando mais, ele se julga o próprio Deus. O problema é que Deus nunca praticou estelionato, mas ele é estelionatário político”, complementa o parlamentar.

One thought on ““Rui é o pesadelo dos servidores”, afirma Targino Machado”
  1. O Deputado targino estar coretisimo, o PT na Bahia e um pesadelo na vida dos bahianos só vamos poder respirar aliviado qu ando ACM NETO assumir a Bahia.
    Está e a minha visão como político e filiado a DEM de santo Amaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.